As configurações rápidas do Android Lollipop são uma grande melhoria em relação ao anterior KitKat, colocando funções essenciais a apenas alguns toques na tela.

A novidade também tem um ótimo visual, mantendo o esforço geral do Google para manter o bom funcionamento e o visual atraente dos seus produtos com o chamado Material Design.

 

O menu do configurações rápidas do Android 5.0 é uma grande melhoria em relação à grade estática das versões anteriores, fornecendo informações melhores e ferramentas mais úteis para que você não precisa acessar o menu completo de configurações.

Mesmo movimento, novas opções

Um movimento de deslizar com um dedo para baixo ainda traz notificações, mas agora há uma barra de acesso rápido que fica no topo da tela, exibindo data, hora, e links para outras configurações.

Toque na barra novamente, ou deslize o dedo uma segunda vez, para ter acesso ao menu completo de configurações. A partir de lá, você pode ajustar o brilho, ou habilitar/desabilitar Wi-Fi, Bluetooth, Modo Avião, “jogar” sua tela para um Chromecast ou Nexus Player, ligar o flash do aparelho, ou mudar de contas. É isso mesmo, as contas com multi-usuários chegaram aos aparelhos com Lollipops.

A chave de Rotação Automática (Auto-Rotate) também faz seu caminho a partir dos tablets. Habilite-a, e os apps que mudam a orientação da tela quando você vira o aparelho vão fazer isso. A maioria dos smartphones, ao contrário dos tablets, mantém a tela inicial no modo retrato.

Você também pode pular diretamente para essa visualização de configurações com um movimento de deslizar com dois dedos a partir do topo, como você faria no KitKat. No entanto, se pensarmos no tamanho de aparelhos como o Nexus 6 e outros, é bom poder precisar de apenas um dígito.

Apesar de algumas das ações serem simples e diretas, existem alguns truques que é preciso saber. Por exemplo, toque no indicador de sinal celular (o botão com o nome da sua operadora), e você terá uma leitura da quantidade de dados de rede já utilizados. Ou toque no ícone de perfil do Google para trocar os usuários ou entrar no modo de convidados (perfeito para mudar o perfil de uma criança, por exemplo).

A nova barra de brilho é um pouco irritante à primeira vista, porque quando você a desliza o menu de configurações desaparece. A ideia aqui é te dar uma imagem melhor de como a tela toda está uma vez que tiver a tiver deixado mais clara ou escura. Demora um tempinho para se acostumar com ela, mas é uma boa melhoria que vai te ajudar a selecionar o nível exato.

Toque no ícone de bateria, e você é levado diretamente para as configurações de Bateria. Você recebe uma tabela útil que detalha o histórico do seu uso e identifica os principais culpados por “sugar” a sua bateria. É bastante parecido com o funcionamento da versão anterior, mas mais fácil aos olhos do usuário com a nova estética do design. E ao conectar o aparelho, você agora recebe uma estimativa de quanto tempo ainda resta antes de seu celular ser totalmente recarregado.

Um menu de configurações mais amigável

Tocar no  pequeno ícone de engrenagem no alto da tela te leva para a seção de configurações, que recebeu algumas melhorias no seu layout, colocando na frente aqueles itens que o Google acredita serem os mais importantes. Para combinar com o restante do sistema, o fundo agora é branco, trazendo menus maiores e o esquema de cores da nova versão para texto e os principais ícones. 

O uso de dados fica centralizado na parte da frente, já que é normalmente algo que você quer monitorar, a não ser que tenha um plano ilimitado. Assim como no KitKat, você pode classificar e configurar um aviso para quando atingir um limite específico de dados. As chaves para desabilitar os dados celulares e acionar o gerenciador de dados agora também estão fáceis de serem acessadas, logo no topo.

Melhorias como essas são parte do que torna o Lollilop uma versão menos intimidadora do Android. Os principais recursos ainda estão lá para os mais aficionados pelo sistema, mas o design todo traz uma atenção aos detalhes parecida com a Apple. 

Esse tipo de coisa prova como o design do Android atingiu o seu próprio nível de elegância distinta.

fonte: http://idgnow.com.br