Larry Page acredita que o futuro da tecnologia trará rupturas na maneira como enxergamos áreas sociais e empresariais. Em entrevista ao Financial Times, o CEO do Google defendeu que pode haver mudanças na maneira como concebemos os empregos. “Quando computadores são capazes de assumir postos de trabalho, a maneira como pensamos no trabalho é modificada. Não há maneira de contornar isso.”

 

Page acredita que tudo vai mudar em pouco tempo. Melhorias na inteligência artificial, por exemplo, poderão fazer com que computadores e robôs estejam aptos para ocupar grande parte das vagas de hoje.

Como justificativa, ele declara que 9 em cada 10 pessoas não estão satisfeitas com as atividades que desempenham atualmente. “A ideia de que todos devem trabalhar servilmente fazendo algo ineficiente apenas para manterem seu trabalho simplesmente não faz sentido para mim. Essa não pode ser a resposta certa”, declara. Ele acredita ainda que novas tecnologias serão capazes de tornar as empresas 10 vezes mais eficientes, o que pode resultar diretamente na diminuição do preço dos produtos.

Segundo o CEO, o recente crescimento de empresas de tecnologia pode ser explicado pela facilidade em gerar dinheiro: “É possível criar uma empresa de internet com 10 pessoas e ter bilhões de usuários. Não é preciso investir muito capital e os lucros são realmente grandes. Por isso é natural que todos se concentrem nesse tipo de coisa”. 

Para Page, somente 50 investidores estão atrás de tecnologias realmente inovadoras que poderão fazer alguma diferença na vida de grande parte das pessoas da Terra. Ele afirma que o que segura o desenvolvimento desses projetos não é a falta de dinheiro, nem a barreira de dificuldades técnicas insuperáveis. “Quando projetos assim são pensados, não estão em busca de avanços técnicos fundamentais. Eles são conduzidos por pessoas ambiciosas que simplesmente trabalham neles”, declara.