Google declara guerra a sites de pirataria

Google declara guerra a sites de pirataria

googlepirataGoogle está pronto para combater os sites de pirataria. A última declaração da companhia causou polêmica ao afirmar que buscará meios de cortar o financiamento de sites que compartilham arquivos ilegais.



O primeiro ataque aconteceu no dia 11 deste mês, quando o Google decidiu prejudicar os sites com notificações de pirataria em suas buscas.  Segundo a empresa, a medida pode afetar até mesmo os vídeos do próprio YouTube que forem classificados como conteúdo ilegal.

“É bom para nós que o Google rebaixe nossos links. Agora teremos mais tráfego direto quando as pessoas souberem que não vão nos encontrar utilizando o buscador”, disse o Pirate Bay por meio de nota publicada em um blog.

Opinião semelhante é compartilhada por Gary Fung, dono do BitTorrent. À rede britânica BBC ele declarou que apenas 21% do tráfego no serviço é proveniente do maior buscador mundial.

Executivos da gigante de buscas mantêm conversas com Visa, Mastercard e PayPal para propor bloqueio econômico a sites de pirataria em um movimento semelhante ao que aconteceu com o Wikileaks em 2011. A decisão está em discussão, mas a batalha deverá ser longa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir chat
💬 Posso Ajudar?