Google põe Grooveshark na lista negra da pirataria

Google põe Grooveshark na lista negra da pirataria

logo-goovesharkSem alardes, o Googleadicionou o Grooveshark à lista de links que a empresa não indica em seu buscador. Com isso, o site de streaming musical deixa de aparecer nos serviços que sugerem a palavra completa quando o internauta digita apenas parte dela – “grooveshark” para “grov”, por exemplo.

O Google possui essa lista negra para desencorajar algumas buscas, então se você procurar por certas partes do corpo, palavrões ou tipos não tradicionais de sexo, verá que os resultados mais óbvios não aparecerão facilmente.

pesquisa-gooveshark1

Como explica o TorrentFreak, faz mais de dois anos que o sistema vem sendo aplicado para combater a pirataria. Numa busca por “the pirate b”, por exemplo, o internauta não encontra a sugestão para “the pirate bay”, mas sim “pirate bar”, “pirate balthasar”, entre outras.

A empresa atualiza a lista periodicamente, acrescentando ou tirando links conforme seu entendimento (ou reclamações de terceiros) sobre o que os internautas não devem achar. E a bola da vez é o Grooveshark.

Aparentemente, a adição – apesar de descoberta agora – aconteceu em abril, pois foi quando os acessos do site despencaram. Foi também nessa época que o Grooveshark enfrentou problemas com a Universal Music por abrigar ilegalmente material sob domínio da gravadora.

fonte: http://olhardigital.uol.com.br/

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir chat
💬 Posso Ajudar?