Multimilionário russo quer criar o primeiro cyborg até 2045

Multimilionário russo quer criar o primeiro cyborg até 2045

dmitry-itskovLer o título desta notícia leva-nos a pensar em ficção científica e, claro, a relembrar a saga “Exterminador Implacável” ou o filme “Cyborg”. Mas, será 2045 o ano da imortalidade?

 

Saltando da ficção para a realidade, o conceito de uma criatura metade humana e metade robô continua a intrigar-nos. Mas, agora, um multimilionário russo quer tornar essa ideia em realidade.

O nome deste visionário é Dmitry Itskov. O russo já tenta avançar com o projeto desde 2011, quando fundou a Iniciativa 2045, sendo este o ano limite para criar o tão desejado cyborg.

De acordo com o site Digital Trends, o derradeiro objetivo deste plano pensado por etapas é conseguir transferir o conceito de consciência de um cérebro humano para uma máquina, mantendo-se a personalidade e as memórias intactas.

Neste tipo de existência, o cyborg viveria numa rede semelhante à Internet e poderia viajar à velocidade da luz pelo planeta ou até ao espaço.

O plano é ambicioso? É! Mas não é desorganizado. Para atingir o seu objetivo, Dmitry Itskov organizou o processo por etapas. A primeira chama-se Avatar A e envolve a possibilidade de, até 2020, controlar um robô com aspeto humano através de um interface cérebro-máquina, uma tecnologia que já existe atualmente.

Segue-se a fase Avatar B, que terá de estar concluída até 2025 e que envolve o transplante de um cérebro humano, proveniente de uma pessoa em fim de vida, para um corpo artificial. Nesta etapa, haverá transferência de consciência, mas não da personalidade ou emoções.

Depois, é a vez do Avatar C, até 2035, a fase em que o problema anterior será resolvido. É neste ponto que o cyborg terá a personalidade do “seu” humano, mas, para isso, será necessário criar um modelo computorizado da consciência humana.

Finalmente, até 2045, Dmitry Itskov espera que surja o Avatar D. Nesta fase, o cyborg deixará de ter uma existência física e será, basicamente, um holograma a viver numa rede semelhante à Internet, onde as personalidades de cada um se poderão manifestar quando quiserem interagir.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir chat
💬 Posso Ajudar?