O Twitter mais do que dobrou sua receita no segundo trimestre de 2014, totalizando US$ 312 milhões no período, um crescimento de 124% comparado com o mesmo período de 2013. O resultado bateu de longe a previsão dos analistas financeiros, que esperavam receita de US$ 283 milhões, segundo a Thomson Reuters.

 

A empresa também surpreendeu o mercado anunciando ter fechado o segundo trimestre com 271 milhões de usuários únicos ativos, um crescimento de 24% sobre o mesmo período de 2013 e acima da previsão dos analistas, que esperavam 267 milhões de usuários únicos. Os usuários únicos móveis atingiram 211 milhões no trimestre, o que representa crescimento de 29% e 78% da base total de usuários do microblog.

Os números foram divulgados nesta terça-feira, 29/07. Apesar do salto na receita, no entanto, a empresa ainda não está lucrativa e comunicou prejuízo de US$ 145 milhões no período que encerrou em 30 de junho. Mesmo assim, as ações da companhia valorizaram 30% após o anúncio e eram negociadas a US$ 52 após o fechamento do pregão.

A receita total de publicidade do segundo trimestre foi de Us$ 277 milhões, crescimento de 129% sobre o segundo trimestre de 2013. A receita com publicidade móvel representou 81% da receita total.

A empresa agregou outros US$ 35 milhões à receita gerados pelo licenciamento de dados e outras vendas. A receita internacional já representa 33% da receita total da companhia, atingindo US$ 102 milhões, um crescimento de 168% sobre o ano anterior.

Na lista de destaques do trimestre a empresa incluiu a experiência com a Copa do Mundo, celebrando a estréia de novas formas de relacionamento com seus usuários entre elas o resultados em tempo real, notificações via push, timelines de partidas e o recurso de votação.

fonte: http://idgnow.com.br/